Presidente da Anicer participa de CNI Sustentabilidade

Hoje, em Brasília, aconteceu o CNI Sustentabilidade 2017, em que o presidente da Anicer, Natel Moraes, esteve presente representando o setor de cerâmica vermelha brasileiro.

Passados cinco anos da Conferência Rio+20 e da primeira edição do CNI Sustentabilidade, a indústria se reuniu para apresentar os avanços do setor na agenda da sustentabilidade. No encontro, 14 setores industriais – além do Sesi, Senai e IEL, lançaram relatórios que reportam de forma pragmática como a indústria vem fazendo a sua parte.

Robótica, internet das coisas, realidade virtual, inteligência artificial, big data, nanotecnologia, indústria 4.0 – são alguns dos exemplos de tecnologias disruptivas que vêm mudando a forma como enxergamos e interagimos com o mundo. Refletir como essas inovações podem afetar o ambiente de negócios e impactar o crescimento sustentável de economias como a do Brasil foi um dos objetivos desta 6ª edição do CNI Sustentabilidade.

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, lançados pela ONU, em 2015, têm sido uma relevante ferramenta para a comunicação de ações e iniciativas em prol do Desenvolvimento Sustentável. O potencial transformador dos ODS, no entanto, estão em permitir que empresas e corporações identifiquem novas oportunidades de negócios e de criação de valor, assumindo o protagonismo nos negócios sustentáveis. “A sustentabilidade sempre esteve entre os principais motes do nosso setor e aqui ficou muito claro que precisamos ir além da sustentabilidade em relação ao meio ambiente. Temos também que pensar na sustentabilidade econômica, social, financeira e todas as outras vertentes que influenciam diretamente no futuro da indústria”, explicou Moraes.

O evento também debateu experiências internacionais sobre instrumentos econômicos para a precificação de carbono e a agenda de mudança do clima no Brasil, para o cumprimento dos compromissos assumidos na COP-21 (Acordo de Paris).

nota_popup_05062017